×
Investigação

Morte da cantora Paulinha Abelha pode gerar condenações

Profissionais que indicaram emagrecedores para a cantora Paulinha Abelha podem ser condenados, após a divulgação do laudo médico confirmar 17 substâncias no corpo da artista

Cantora passou longo período internada antes de falecer. Foto: Divulgação

Profissionais que indicaram emagrecedores para a cantora Paulinha Abelha podem ser condenados, após a divulgação do laudo médico confirmar 17 substâncias no corpo da artista, incluindo anfetaminas e remédio para TDAH. Isso é o que foi divulgado no site “Diário do Nordeste”.

Além disso, o resultado da biópsia trouxe novas informações que apontaram que o fígado da cantora estava gravemente debilitado e inclusive continha áreas mortas. O órgão é o responsável por eliminar substância tóxicas por meio da bile e apesar do laudo não confirmar, as lesões seriam compatíveis com as provocadas por medicamentos, de acordo o g1.

De acordo com a certidão de óbito divulgada pelo “Domingo Espetacular”, a vocalista do Calcinha Preta faleceu por meningoencefalite, hipertensão craniana, insuficiência renal aguda e hepatite.

É possível que profissionais que tenham receitado os medicamentos encontrados no corpo da cantora, sejam responsabilizados por sua morte. Caso seja comprovado, os responsáveis podem ser condenados por homicídio culposo caso o juiz julgue a situação como negligência, imprudência ou imperícia. A pena pode variar entre 1 e 3 anos. Além disso, os profissionais ainda podem ser condenados por estelionato se a Justiça considerar que a receita das substâncias foi feita para se obter uma vantagem ilícita.

*Com informações de iBahia

Edição: Leonardo Sena

Leia mais:

Morre Paulinha Abelha, cantora do Calcinha Preta, aos 43 anos de idade

Qual a causa da morte de Paulinha Abelha, do grupo Calcinha Preta?

Viúvo de Paulinha Abelha compartilha vídeo da cantora no leito do hospital: “eu tinha tanta fé”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.