×
Pesquisa

Projeto de TCC de estudante de Jornalismo da Ufam vira série documental

O documentário traz como principal personagem a cantora Alanis Morissette e sua carreira

Manaus (AM) – Encontrar meios de se expressar é uma das ambições do ser humano. Dentre outras plataformas artísticas, a música é um importante meio de comunicação. Com liberdade criativa, é através da Música que a cantora, compositora e produtora canadense Alanis Morissette, tem compartilhado tudo aquilo que está acumulado e que ela sente a necessidade de discutir. 

Um documentário em quatro episódios, “The Couch” levou 2 anos para ficar pronto. A série nasceu como um Projeto de TCC, que o jornalista Kevin Moraes apresentou em Manaus na Universidade Federal do Amazonas sob orientação das Profs. Dras. Cristiane de Lima Barbosa e Ivânia Maria Caneiro Vieira; e Camila Leite de Araújo, que fez parte da banca examinadora. Uma versão estendida só com depoimentos que Alanis concedeu ao longo da carreira está agora disponível no canal “Na Estrada Films” no YouTube, com legendas em português. O vídeo não tem fins lucrativos. 

Tanto para artista quanto para ouvinte, o autoconhecimento é bem-vindo. As canções são como um convite para questionar e refletir sobre temas universais, incluindo conflitos emocionais. A experiência necessária para compor sobre determinado assunto leva anos, mas o resultado é condensado em faixas de poucos minutos. No contato com essas obras, as pessoas podem interpretá-las de outras formas. Muitas vezes, com análises que são completamente diferentes da ideia original. 

“The Couch” funciona como um grande recorte. A história é contada por meio da voz da própria Alanis, incluindo em sua maioria arquivos e depoimentos que não tiveram grande repercussão na internet. O Lado B da carreira. Pontos essenciais para entender o discurso da artista, especialmente tudo o que veio após o auge do sucesso. 

O documentário foi construído como se fosse uma conversa, às vezes dela com o telespectador ou com si mesma. Partindo da mesma premissa, as canções da canadense também são parte da narrativa. Em certos trechos, na perspectiva do olhar de Alanis ou dos fãs. 

O título do documentário é uma referência às composições autobiográficas de Alanis, que parece estar sempre em um divã no estúdio e no palco. “The Couch” é também o nome de uma faixa, que ela lançou em 1998. 

Os episódios trazem momentos de várias fases da carreira. Os shows no Brasil e imagens das gravações dos álbuns aparecem no material. Os capítulos detalham a trajetória de Alanis, quem ela é como performer e o processo criativo dos discos, que resultou em músicas com grande impacto mundial, ultrapassando a barreira do idioma.

Exercendo maior cuidado com a “exploração da alma” ao escrever, Alanis explica que precisou aplicar a mesma força e coragem de suas letras também em situações do cotidiano. A catarse da performance já não era o suficiente. 

Leia mais:

Cine Casarão recebe o projeto “Ópera na Tela” em Manaus

Fiocruz e Harvard explicam em estudo inflamação excessiva da covid-19

Estudo mostra os impactos da pandemia no bolso dos brasileiros e os reflexos na Região Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.