×
Tatuagem nazista

Torcedor do São Raimundo exibe tatuagem nazista durante jogo em Manaus

Na foto, divulgada nas redes sociais, é possível ver o homem com a tatuagem de uma águia, lembrada como um dos símbolos nazistas

Foto: Reprodução

Manaus (AM) – Um torcedor, ainda não identificado, exibiu uma tatuagem nazista durante um jogo do São Raimundo (AM) e São Raimundo (RR), que aconteceu no último domingo (17), no jogo da Série D do Campeonato Brasileiro, no estádio Ismael Benigno (Colina). O homem estava na torcida do time amazonense, que repudiou a atitude do torcedor.

Na foto, divulgada nas redes sociais, é possível ver o homem sem camisa com a tatuagem exposta nas costas, na arquibancada do time. O desenho é de uma águia, também lembrada como símbolo do partido nazista.

O vereador e diretor do São Raimundo, Rodrigo Guedes, declarou em suas redes sociais que o homem ainda não foi identificado e que quando acontecer, ele será proibido de entrar no estádio em dias de jogos do time.

Nas redes sociais, o clube também divulgou uma nota sobre o ocorrido e repudiou a atitude do torcedor.

Chegou ao conhecimento da diretoria do São Raimundo Esporte Clube, que durante o jogo contra e equipe do São Raimundo de Roraima, pelo campeonato brasileiro série D 2022, um indivíduo adentrou ao estádio usando camisa e retirou a mesma, ostentando uma tatuagem com símbolo nazista e proibida pela legislação vigente, além de atentatório à dignidade humana e provavelmente um dos capítulos mais tristes da história da humanidade, se não o mais.

O São Raimundo Esporte Clube vem a público, repudiar a atitude deste indivíduo em que nada representa a história do clube do povo. O São Raimundo condena veementemente toda e qualquer manifestação favorável àquilo que foi uma das maiores máculas da história mundial! Este indivíduo, uma vez identificado, não mais adentrará as dependências do estádio em dias de jogos do Tufão. Além disso, encaminharemos formalmente uma denúncia aos órgãos criminais para que haja a devida investigação e persecução penal”.

Segundo a legislação, é crime “praticar, induzir ou incitar” discriminação, assim como “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”, podendo a responder de dois a cinco anos de prisão.

Leia mais:

Comentarista da Jovem Pan é demitido da emissora após suposta saudação nazista

Lutador ucraniano é torturado e morto por grupo neonazista

Flow Podcast perde patrocínios após apresentador defender partido nazista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.